Home / Destaque / Nota de Esclarecimento

Nota de Esclarecimento

NOTA DE ESCLARECIMENTO

 

O Sintramacon-DF vem a público reiterar seu profundo respeito e consideração aos empregadores do setor de materiais de construção do DF, cuja relação ao longo da gestão da atual presidenta, Luciana Rodrigues de Moraes, foi permeada pela cordialidade e respeito mútuos, não obstante eventuais divergências, próprias da democracia e dos interesses que, por dever de ofício, devem defender.

Em virtude desta profícua relação que o Sintramacon-DF lamenta o episódio ocorrido em 28/09/2016, na empresa Leroy Merlin, quando um de seus diretores, Jadiel Araújo, e dois colaboradores desta entidade sindical, além da tentativa de humilhação pessoal, sofreram injustificadas restrições ao desenvolvimento de sua atividade, que visava esclarecer os trabalhadores sobre a tentativa da deputada Celina Leão, com o apoio do Governador Rodrigo Rollemberg, de suprimir direitos conquistados com árduo trabalho de ambos os sindicatos, laboral e patronal, dentre os quais a redução da jornada de trabalho aos Domingos.

Reitera a entidade sindical que suas atividades jamais sofreram qualquer restrição de qualquer empregador de modo a inviabilizá-las, como ocorrido no mencionado e recente episódio.

Tal conduta representa grave atentado à atividade prevista na Constituição da República Federativa do Brasil, em especial ao art. 8º, que assegura o pleno exercício da atividade sindical, inexistindo qualquer restrição legal à mesma, sendo, portanto, absolutamente desnecessária a “autorização” empresarial, uma vez que o Sintramacon-DF jamais prejudicou o desenvolvimento das rotinas das empresas visitadas, igualmente protegido pela constituição.

Neste passo, o Sintramacon-DF lamenta o teor da NOTA DE REPÚDIO emitida pelo Sindmac-DF (que representa as empresas do setor), que rotulou o exercício da atividade sindical como “invasão” e ainda de que teve “conduta inadequada”, com igualmente lamentável desfecho em uma delegacia policial, não obstante tenha sido desejado pelo representante da empresa, após chamar a polícia.

Deste modo, visando assegurar a regularidade das atividades sindicais, o Sintramacon-DF busca a mediação do Ministério Público do Trabalho, a fim de que sejam apuradas as verdades dos fatos, até então, caracterizada como genuína e reprovável prática antissindical.

 

Sintramacon/DF

 

Saiba o que ocorreu, clique aqui.

Leia também a coluna Luta Sindical.

 

Veja Também

Feliz Natal e um Próspero Ano Novo

A família Sintramacon-DF deseja a todos um feliz Natal e um próspero ano novo! Que ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*